A ROSA DO FIM DO MUNDO ( CÂNTICOS PROFÉTICOS )

domingo, 25 de dezembro de 2016

Há de vir

       











Os prenúncios da aurora
Povoarão de esperanças os dias vindouros,
E estando alegria, sempre presente:
Em cada momento, como se a vida
Renovasse a cada novo despertar,
E senti-la como se estivesse no início.
A alquimia que se faz ao passar dos anos
Nesse teu semblante, faça-o acreditar com Altivez,
No que vem sem prestar conta ao presente:
Os presságios inesperados do futuro.












Foto:  Imagem da Aurora Boreal