A ROSA DO FIM DO MUNDO ( CÂNTICOS PROFÉTICOS )

domingo, 6 de março de 2016

Lembrança da paz














À Beta quando triste...














Você esqueceu
Os sonhos, as lutas,
A nossa juventude.

A pichar muros
Sem temer metralhadoras,
Para mostrar o coração.
Da esquina... Onde demos
O primeiro beijo
Para mostrar ao mundo
Que o amor existia.

Não lembra?
Como pôde ter esquecido!
Seu barco contracorrente
Nem sequer naufragou.
E, se naufragar, não tenha medo,
As gaivotas mostrarão a terra
E lá construiremos outro.

Nenhuma bomba
Apagará nosso sorriso.
Fugiremos antes
Para aquela estrela,
Onde se reunirão os que sonham.
E lá viveremos nossa juventude.








Maio, 1980  ( Marília )









2 comentários:

  1. Como é bom ter um amigo poeta! Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito obrigado fico feçiz pelo privilegio de sua atençao e amizade abcs

      Excluir