A ROSA DO FIM DO MUNDO ( CÂNTICOS PROFÉTICOS )

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

A IDADE DA LUZ



A dor da solidão deste tempo,
Represada nesses capilares.
E o pulsar da existência
Transborda todo mar contido d'alma
Escorrendo em teu continente.

Não sairemos ao fim do teatro
E apagaremos as luzes.
Não daremos o beijo no filho,
Vestindo-o com sombra da morte,
Plantando flores em sua trincheira.

O tempo, aliado e inimigo
Milenar do outrora e futuro,
E a vida trampolim celestial
De toda essa metafísica.
Não esmoreçamos agora.

Qual é a dor maior do mundo
Que faz a redenção do tempo
Num espaço exato finito,
E cicatrizará a chaga ao ver o semblante
Do seu maior inimigo no rosto de Deus?














Desenho por Carlos Drummond de Andrade, por ele mesmo!






segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Argonauta de mim

















Minha alma é um lago
Que nenhuma nau singra
E a intenção de onda
Dispersou-se antes da vinga.




Tantas vezes fingi sentir
Fugir dos próprios sentimentos:
Os pensamentos que vem
Sem sentir pena de mim.


Queria eu ser uma nau
A singrar mares sem fim.
Argonauta solitário, a esperar:
Retardando a esmo o meu fim.












Outrora: deverasmente sonhei.


Tornei-me escravo de mim mesmo
E os sonhos, ficaram a esmo,
Sendo talvez, meros devaneios:
Ridículos, tolos pensamentos.

Onde só ficando a certeza:
Aqui só vale a esperteza...
Como este mundo sendo feito
Para calar o teimoso peito:

Longínqua e tênue esperança,
Tornando-se assim em descrença:
Aquilo que deveria ser a mais
Bela caminhada sem nenhuns ais.

Só ficando finalmente o ato:
Acabando de vez o abrupto
Espetáculo do firmamento,
Do contínuo descontentamento.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Pela longa e sinuosa estrada


























Pela longa e sinuosa estrada
Caminho sozinho,
Sem querer prosseguir.
Vou simplesmente,
Por não saber voltar,
Cada vez mais longe de você
E de minha juventude.

Vários caminhos percorri,
Que nunca levaram até a mim.
E o tempo, a limitar a procura,
Esmaga todos os sonhos,
Só restando, então, esse caminho
Que é pelo menos o mais
Semelhante ao seu sorriso.